A história do Persa

Se tem uma raça que é muito, mas muito antiga, essa raça é a minha. A raça Persa já apareceu no livro famoso de história natural de Georges Louis Leclerc Buffon. Isso lá nos anos de 1700 e lá vai pedrada.

Como aconteceu com algumas outras raças, também já vivi entre reis e rainhas e a mais conhecida foi a rainha Vitória que tinha 2 exemplares azuis de Persas. Numa grande exposição realizada no Palácio de Cristal, a rainha se apresentou com seus lindos gatos e o evento foi patrocinado por ninguém mais do que o Príncipe de Gales. Aliás, Luis XV que era um homem de extremo bom gosto tinha um gato persa na cor branca. Fala se isso não é chique na minha história?

Não sei se você sabe que sou proveniente da Turquia, mais propriamente da Pérsia. Fomos trazidos da Itália e, nessa época, ainda não tínhamos as características que temos atualmente.

Foram feitos cruzamentos de Persas com Angorás, o que não achei nada ruim, pois o Angorá, meu primo-irmão, é um gato muito bonito e a mistura com a minha raça deu nisso: um bichano requintado e chique.