A história do Rottweiler

A minha raça originou-se de anos e anos de uma criação muito seletiva, como várias outras raças que existem por ai. Existem registros que a minha raça tiveram os cães Molossoides como o início da minha raça. Essa raça acompanhava as legiões romanas por causa da resistência que tinham e pela dificuldade de percurso, onde se saiam muito bem e ainda como protetores dos ladrões de gado.

Como tantas outras histórias das origens dos cães, a minha também tem uma. Diz a lenda que quando os comerciantes de gado da época fechavam ótimos negócios iam comemorar os ganhos nas tabernas. Mas o medo era tanto de serem roubados que amarravam o dinheiro ganho em volta do nosso pescoço para que ninguém chegasse perto. Dizem que ninguém se atrevia...

Então, posso dizer que éramos os maiores guardadores de gado(e de dinheiro também), porque ninguém se atreveria a chegar perto de um cão tão robusto e ágil e que era treinado para atacar, se fosse preciso.

No final do século IXX esse quadro mudou, pois o gado era transportado em comboio, nos trens e minha raça começou a ser utilizada para outras tarefas como puxar carros de leite. Com essa transformação quase que minha raça foi extinta.

No ano de 1900 a polícia começou a utilizar a minha raça para reforçar a segurança e, com todo o meu talento, diga-se de passagem, e pelos trabalhos que conseguimos realizar, a própria polícia começou a reproduzir minha raça e passamos a ser um cão oficial da polícia.