Como cuidar de um Afghan Hound

A alimentação e os cuidados com meus pelos e saúde devem ser rigorosos, mas como resultado serei um cão exuberante para você exibir para os seus amigos

Alimentação do Afghan Hound

A minha alimentação, deve ser à base de ração. Um Afghan Hound autêntico, ficará muito decepcionado com comidas caseiras..., além do que, odeio restos.

A ração deve ser específica para um cão como eu: de porte grande e que tem pelos longos. A ração é necessária para o meu crescimento sadio e para o brilho de minha pelagem. Assim, você terá orgulho de me apresentar aos seus amigos, pois minha pelagem ficará igual aos dos modelos de comerciais de xampu e você me dará a oportunidade de me exibir um pouco para eles.

Cuidando dos lindos pelos do Afghan Hound

Afghan Hound - Foto: Utekhina Anna/Shutterstock.com

Você conseguirá um resultado melhor ainda, se lavá-los com um xampu que seja correto para as minhas madeixas. Lembre-se: minha pelagem é meu orgulho e sou muito, mas muito mesmo vaidoso!

Não use para me escovar, escovas que têm bolinhas na ponta, pois isso fará com que meus pelos se embaracem e, com isso, cairão em abundância, além do que, lhe darão um trabalho danado. Tudo o que eu não quero é ficar careca, pois meus pelos são a minha marca registrada e são eles, junto com meu porte físico, que me conferem esse ar aristocrático. Olha a minha vaidade de novo...

A escova deve ser de metal e você precisará me pentear, no mínimo, uma vez por semana, assim como me dar banho nessa mesma proporção. Se quiser dar umas escovadelas no meu pelo todos os dias, seria o ideal, pois quanto mais você me pentear, mais meus pelos ficarão bonitos e brilhantes e menos eles cairão.

Se você cuidar muito bem da minha alimentação e, lógico, das minhas madeixas, quando eu tiver 4 ou 5 anos, você verá que todo o seu trabalho foi recompensado, pois minha saúde será de ferro e meus pelos irão parar o trânsito toda vez que você sair comigo. É provável que você vire uma pessoa popular e de sucesso no bairro onde mora, pois duvido que não vão parar você para conversar, quando estiver ao meu lado. Até porque, se me escolheu, deve ser uma pessoa de muito bom gosto. Mas isso não quer dizer que as pessoas lhe acharão interessante. É que meu porte chama mesmo muita atenção e, nessa idade, estarei no auge de minha beleza. Desculpa a falta de modéstia.

Preciso lhe avisar ainda, que quando chega o verão, meus pelos cismam em cair, mais do que nos outros meses do ano. Mas não entre em desespero, pois não é em abundância. Você não terá que conviver com pelos voando pela casa. É só continuar a me escovar para que os pelos se renovem. De preferência, faça isso antes e após meu banho, se não for lhe pedir muito.

Cuidados com as orelhas do Afghan Hound

Tem alguns outros cuidados que você deve ter comigo. Por exemplo, minhas orelhas são compridas e escondem meus ouvidos. Por esse motivo, eles ficam um pouco abafados e é importante que você os limpe. Isso evitará que eu tenha otite. Se você já teve otite, sabe que isso dói e deixa qualquer um mal-humorado.

Mas peça o auxílio de um veterinário para que ele lhe indique a melhor solução para limpar minhas orelhas. Ele também vai lhe mostrar como você deve fazer isso, sem me machucar ou agravar qualquer inflamação.

Cuidados com as gengivas do Afghan Hound

Minha saliva é muito ácida e me deixa propenso a adquirir tártaro e, com isso, gengivite.

Uma visita ao veterinário de 6 em 6 meses é o suficiente para que o médico veja se não existe nenhuma inflamação nas minhas gengivas e se está tudo bem comigo.

Além disso, você me dará nova oportunidade para eu desfilar um pouco pelas ruas ou pode, se quiser, me levar em seu carro, de preferência, com o vento batendo em meu focinho, para que eu me lembre dos meus áureos tempos de caça, quando estava sempre em alta velocidade.

Telma da Camara