Como cuidar de um Pequinês

Uma das coisas que mais acontece comigo é dar com o focinho n'água. Explico. Já deu pra notar que tenho o focinho pequeno, né? Então...vira e mexe me dou mal, porque esqueço que não tem muita saliência na minha cara pra me proteger.

Outra coisa são os meus olhos que também estão propensos a acidentes. Na falta de focinho e com esses olhos expressivos e grandes, tudo pode acontecer. Uma briguinha aqui, um desentendimento acolá, e eles podem sofrer acidentes.

O importante é que você fique atento. Você pode limpar meus olhos com água somente, mas se perceber qualquer coisa fora do normal leve-me ao veterinário que ele é a pessoa mais indicada para cuidar do que está errado comigo.

Os banhos não precisam ser frequentes. Apesar de ser peludo, você pode achar que terá que me dar banho todos os dias. Esqueça. Uma vez por mês está ótimo. Lembre-se que como você não me deixará à vontade nos passeios e ficarei mais dentro de casa, não será necessário tanto banho assim. Se você tiver bastante cuidado com a minha escovação, na limpeza dos meus olhos, poderei ficar sem um banhão mais de um mês. Sua casa não é limpinha? Assim espero...

Você pode sim me limpar entre o espaço de um banho a outro com algodão e uma mistura de vinagre de maça, que é mais fraco e água morna (1 litro de água morna para 1 colher de sopa de vinagre de maçã). Você pode usar essa solução para limpar minha região genital também e minhas patas. Nos olhos não, por favor. Neles, só água. Minha pelagem também pode ser limpa com essa receitinha básica, nesse caso, uma toalha fará melhor o serviço. Após a limpeza, pode usar o secado morno e fazer a escovação dos meus pelos para retirar os nós.

Nada demais, viu?

Sem querer ser maldoso, tem muito cão por aí que dá muito mais trabalho do que eu.