A história do Abissínio

Abissínia era o nome da região de onde vim, hoje ela mais conhecida como Etiópia

Tantas histórias são contadas sobre minha raça... Bom, o mais importante é que falem o que quiserem, mas falem de mim.

Fiz uma pesquisa séria sobre o registro dos meus ancestrais e o que mais me convenceu foi que o primeiro gato da minha raça foi trazido da Abissínia, hoje Etiópia, e levado para a Europa, por volta do ano de 1800, por colonizadores que atracavam no porto do Oceano Índico.

Já em 1882, minha raça foi reconhecida na Inglaterra e anteriormente a essa data já havia citação da minha raça no livro “Cats, Their Points, Etc”, de Gordon Staples.

No Brasil não sou o gato mais popular, embora o Rio de Janeiro seja o lugar que mais me pegam para criar. Já sou quase um carioca da gema. Mas em outros países, principalmente nos da Europa e nos Estados Unidos, sou muito apreciado como animal de estimação. São nesses lugares que a minha raça é mais divulgada, até hoje. Mas se depender de você é claro que isso vai começar a mudar, certo?